Publicidade

Luís Cardoso – Bastidores da notícia

Bastidores de notícias de política, judiciário, crime e esportes.

Busca em todo o site

Caravana de Lobão Filho movimenta Icatu e Presidente Juscelino

Política
 

O candidato ao governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), e a caravana “Pra Frente, Maranhão” prosseguiram nesta sexta-feira (25) as incursões pelo interior do estado. Pela manhã, as cidades percorridas foram Icatu, segunda cidade mais antiga do Maranhão, com 400 anos de fundação e Presidente Juscelino. Nas duas localidades, a caravana foi recebida com uma grande carreata.

Em Icatu, o candidato ao governo recebeu acenos e gestos de carinho. “Em Lobão Filho eu confio, porque conheço seu pai (Edison Lobão), ele é respeitado e tem tradição”, declarou seu José Tomaz de 95 anos, presidente da brincadeira Mimo de São João.

Após carreata, a comitiva que contou ainda com a presença do prefeito de Icatu, Dunga (DEM), e mais oito vereadores apresentou suas propostas para centenas de pessoas. O prefeito Dunga destacou o apoio ao candidato peemedebista. “Começamos hoje em Icatu a grande largada para a vitória, porque nossa cidade precisa de Lobão Filho, assim como todo o Maranhão e vamos trabalhar para que ele chegue ao governo”, garantiu o prefeito.

O vereador Ananias Fontinele (PSDC) também assegurou engajamento na campanha: “vamos trabalhar dia e noite, porque queremos um homem que trabalhe pelo povo do Maranhão e esse homem é Lobão Filho, que fala a verdade”.

Já em Presidente Juscelino, Lobão Filho citou um texto bíblico em que, após um grupo de leprosos ser curado por Jesus, apenas um retorna para agradecê-lo. “Hoje chego aqui para anunciar renovação verdadeira e, se Deus quiser, voltarei para agradecer trazendo saúde, educação, trabalho e renda para nossa população”, disse ao lado do prefeito Afonso Celso (PMN) que conta com o apoio de oito, dos nove vereadores da Câmara.

“Daremos nosso melhor porque Presidente Juscelino vai mostrar garra e vamos pra rua dar a maior votação que o nosso governador merece”, assegurou o prefeito.

Gastão Vieira (PMDB), candidato ao Senado, afirmou que “não foge do trabalho e às responsabilidades com as necessidades dos municípios maranhenses”. Ele ainda destacou a possibilidade de investimentos, caso seja eleito. “Se como ministro, destinei recursos para a construção de praça e orla de Presidente Juscelino, imaginem como senador pelo meu estado”, pontuou Gastão, cinco vezes deputado federal.

Município obtém liminar que suspende a revisão nas tarifas de transporte‏ de SL

Cidade
 

O Município de São Luís, através da Procuradoria Geral do Município, obteve nesta sexta-feira, dia 25, mais uma vitória na Justiça. A presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Desembargadora Cleonice Freire, acolheu pedido do Município e concedeu a suspensão da liminar de número 033617 de 2014, para suspender os efeitos da liminar concedida nos autos da Ação Civil Pública 27962 de 2014, até o trânsito em julgado da decisão final de mérito.

A liminar havia sido concedida pelo juiz de Direito da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, determinando que o reajuste de todas as tarifas do transporte coletivo – concedido a partir do dia 8 de junho de 2014 – fosse limitado ao Indice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA, acumulado nos últimos 12 meses, estabelecendo o prazo de 48 horas para a revisão do valor das tarifas, sob pena de multa diária de R$ 50 mil reais, em caso de descumprimento.

Quando do deferimento da suspensão da liminar, entendeu a desembargadora serem pertinentes os argumentos do Município em relação ao risco de lesão à ordem pública e administrativa, sendo o aumento das tarifas de transporte público um assunto de grande interesse local.

Em suas razões, sustentou ainda o Município o perigo da descontinuidade de um serviço público essencial, tal como antes ocorreu no período da greve dos rodoviários, resultando em prejuízos e transtornos bem maiores à população; que o mero ajuizamento da Ação Civil Pública não se mostra suficiente para anular o ato administrativo que concedeu o reajuste tarifário do serviço público; e ainda que a determinação de redução do valor das tarifas comprometerá seriamente o erário municipal, atingindo diretamente a população e, provocando, além do colapso do sistema, o perigo de se voltar ao status quo ante, qual seja, o de paralisação total dos rodoviários.

A decisão do Tribunal, citando precedente do Superior Tribunal de Justiça, destacou, ainda, a indevida interferência do Poder Judiciario na esfera de competência própria da Administração Municipal.

Para o Procurador Geral do Município, Marcos Braid, “a decisão vem garantir a normalidade do sistema de transporte e a continuidade de um serviço público de natureza essencial à população”.

Procuradoria Geral do Município

Trio foragido de Anapurus se apresenta à polícia e fica preso

Polícia
 

Manoel Francisco Monteles Neto; o secretário de Finanças de Arapurus, Jairo Lisboa de Sousa e Agnaldo Henrique Alves

Manoel Francisco Monteles Neto; o secretário de Finanças de Arapurus, Jairo Lisboa de Sousa e Agnaldo Henrique Alves

Depois de terem as fotos divulgadas pelo Disque Denúncia nesta sexta-feira (25), o trio acusado de  participação na emboscada armada contra uma equipe do Fantástico na cidade de Anapurus na quinta-feira (17), se apresentou nesta tarde na Superintendência de Polícia Civil do Interior, na Secretaria de Segurança Pública do Estado, em São Luís, e ficou preso.

Jairo Lisboa de Sousa, Manoel Francisco Monteles e Agnaldo Henrique Alves já prestaram depoimentos à portas fechadas. Com mandado de prisão preventiva já decretado, eles devem ser encaminhados a uma unidade prisional.

Aguardem mais informações.

Vereador de São José de Ribamar terá que cumprir quatro anos de detenção

Judiciário
 

Hipólito Lindoso, condenado a quatro anos de detenção e ao pagamento de 10 salários mínimos

Hipólito Lindoso, condenado a quatro anos de detenção e ao pagamento de 10 salários mínimos

A 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão negou recurso e manteve a condenação do vereador de São José de Ribamar, Hipólito de Jesus Lindoso, ao cumprimento de pena de quatro anos de detenção e ao pagamento de 10 salários mínimos a entidade com destinação social e de multa no valor de R$ 7,7 mil. De acordo com a decisão, a pena de quatro anos deverá ser substituída pela restritiva de direitos de limitação de fim de semana.

O vereador foi acusado pelo Ministério Público Estadual (MP) por dispensa indevida de licitação durante o exercício financeiro de 2008, quando era presidente da Câmara Municipal de São José de Ribamar. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) constatou irregularidades na contratação de serviços gráficos, advocatícios, de assessoria administrativa, contábil, de motorista e locação de veículos, que totalizaram R$ 397.510 mil.

Em recurso interposto junto ao TJMA, Hipólito de Jesus Lindoso pediu sua absolvição ou a redução da pena, afirmando que as irregularidades na prestação de contas da Câmara Municipal ainda não foram definitivamente julgadas pela Corte de Contas Estadual, não havendo, no âmbito criminal, prova da materialidade delitiva, o que tornaria a condenação indevida, por ausência de justa causa.

O desembargador José Luiz Almeida (relator) rebateu os argumentos da defesa, frisando que as contas já foram julgadas e destacando a independência entre as instâncias julgadoras, que autorizaria a condenação ainda na pendência da análise definitiva das contas. Segundo o magistrado, caberia ao acusado comprovar a regular realização dos procedimentos licitatórios nas contratações, o que não ocorreu.

O desembargador ressaltou a total falta de justificativa para as contratações com dispensa de licitação, evidenciando que o gestor assumiu o risco de onerar o tesouro público, na medida em que deixou de observar os princípios da legalidade e impessoalidade, impedindo a Administração de escolher a proposta mais vantajosa.

“A quantidade de contratações irregulares deixa claro que o recorrente, na condição de gestor público e ordenador de despesas da Câmara Municipal de São José de Ribamar, efetivamente causou lesão ao erário, com dispêndio de vultosas quantias”, assinalou. (Processo 596612013)

TJMA

Disque Denúncia divulga cartaz com foragidos de Anapurus

Polícia
 

Print

O Disque Denúncia divulgou nesta sexta-feira (25), um cartaz com as imagens e os nomes de três foragidos da polícia. Jairo Lisboa de Sousa, Manoel Francisco Monteles e Agnaldo Henrique Alves são acusados de participação na emboscada armada contra uma equipe do Fantástico na cidade de Anapurus na quinta-feira (17). Releia aqui.

Na semana passada a equipe da TV Globo estava na cidade, onde os repórteres Eduardo Faustini e Luiz Cláudio Azevedo investigavam denúncias de desvio de dinheiro público. O grupo de jornalistas foi atacado por criminosos e tiveram a câmera roubada.

Policial Militar Raimundo Monteles (Tatá) preso na sexta (18)

Policial Militar Raimundo Monteles (Tatá) preso na sexta (18)

Na sexta-feira (18), o Cabo da Polícia Militar Raimundo Silva Monteles, sobrinho e segurança particular da prefeita de Anapurus, Tina Monteles, foi preso como principal suspeito.

Na última segunda-feira (21), ele esteve prestando depoimento na Superintendência de Polícia Civil do Interior. E de acordo com o delegado Jair Paiva, as informações dadas pelo PM não acrescentaram muito às investigações. Raimundo confessou ter ido ao local do crime, mas não sabia do que se tratava. Reveja!

As polícias civil e federal trabalham para desvendar o caso e prender todos os acusados.

Wellington do Curso recebe apoio de lideranças de Pastos Bons

Política
 

Valter Barros, Manelim, Wellington, Neto Barros (ex-vice prefeito) e Gilson

Valter Barros, Manelim, Wellington, Neto Barros (ex-vice prefeito) e Gilson

O candidato a deputado estadual Wellington do Curso (PPS), que está há vários dias em campanha percorrendo o interior do estado, esteve na última terça-feira (22) no município de Pastos Bons, distante 540 Km capital.

Durante a visita, Wellington participou de caminhada, fez panfletagem e reuniu-se com diversas lideranças locais, recebendo, inclusive, fortes adesões a sua campanha, dentre elas do ex-candidato a deputado estadual Manoel Evangelista Duarte, conhecido popularmente por Manelim, que declarou apoio à candidatura ao ouvir seu testemunho de vida e os projetos que tem para o Maranhão.

‘Vou apoiar Wellington pela sua história de luta. É um homem com desejo de mudança para nosso estado e portanto terá meu apoio no município’, disse o ex-candidato. Em 2010, Manelim obteve 1.371 no município quando tentou eleger-se deputado estadual.

‘Tem sido muito calorosa a receptividade e aprovação da minha candidatura. Tenho sentindo um clamor muito forte de mudança e renovação no seio político. Um nome novo na política soa muito bem. De forma voluntária as pessoas tem se prontificado a ajudar esse projeto de renovação na política’, disse Wellington.

A campanha na região continuará durante esta semana com visitas aos municípios de Sucupira do Norte, Mirador e Paraibano.

Visita a Sucupira do Riachão, leste maranhense

Nesta quarta -feira (24) o candidato esteve em outro município do interior e agradeceu a  calorosa recepção nas redes sociais.

“Hoje , visitei a cidade de Sucupira do Riachão, localizada no leste maranhense, distante 540 km de São Luís. Fui muito bem recebido pelo vice-Prefeito Ednilson e sua família, bem como pelo amigo Chico do Deja, presidente municipal do PPS. Aproveito para abraçar os amigos sucupirenses, alunos, ex-alunos, Dôro e sua esposa Raimunda e também sua filha Lorena. Obrigado pela receptividade e carinho de todos!” Disse Wellington.

“Farei um governo com participação popular”, diz Lobão Filho

Política
 

O senador Lobão Filho (PMDB), candidato ao governo do Estado pela coligação “Pra Frente, Maranhão”, garantiu ontem (24) nas cidades de Tutóia e Araioses que todo o seu programa de governo será efetivamente concretizado com participação popular.

“Ao longo de sete anos como senador procurei atender aos anseios da população com a destinação de recursos aos municípios ouvindo e atendendo os parlamentares e gestores (deputados, senadores, prefeitos, vereadores) e outros representantes das mais variadas entidades”, afirmou o peemedebista.

Lobão Filho, ao comandar uma carreata em Tutóia e uma caminhada em Araioses, disse que fará um governo verdadeiramente municipalista.

“Os gestores municipais terão voz ativa para apresentar seus pleitos e com realizações concretas que propiciaram grandes avanços sociais e econômicos ao Maranhão”, declarou o candidato da coligação “Pra Frente, Maranhão”.

O candidato peemedebista, ao agradecer o carinho e a receptividade da população de Araioses e Tutóia, declarou que população pode ter certeza que a verdadeira mudança será concretizada pelo seu grupo político e não por aqueles que, há anos, apenas denigrem a imagem do Maranhão e do seu povo. “Nós vamos sim implantar um governo revolucionário onde todos terão orgulho de terra. Um Maranhão produtivo e de grandes oportunidades para todos”, afirmou.

O deputado federal Gastão Vieira (PMDB), candidato ao Senado, ratificou que o senador Lobão Filho representa a verdadeira renovação que os maranhenses anseiam. “Ele já fez um grande trabalho como secretário de governo do seu pai (Edison Lobão) e como senador da República, onde presidiu a Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional Trabalho elogiado inclusive por parlamentares da oposição”, ressaltou Vieira.

Força Jovem – A prefeita de Araioses, Valéria Manim, 22 anos, disse que acredita na força e na energia da juventude. “Essa juventude anseia por oportunidades. Lobão Filho, jovem e empreendedor, vai realizar um grande governo de oportunidades para todos”, disse ao declarar que vai percorrer todo o município, andar de casa em casa para “elegermos um candidato jovem, com ideias novas, que representam a verdadeira mudança do Maranhão”.

O ex-prefeito de Santa Quitéria, Manim Leal, disse que nunca perdeu uma eleição e não será essa que vai perder. Ele que tem três mandatos de prefeito no município garantiu que vai mobilizar toda a população, em especial a juventude, para a “grande arrancada da verdadeira mudança que Lobão Filho vai empreender em todo o Maranhão, transformando e renovando o estado com reais perspectivas para todos”, enfatizou ao contabilizar que Araioses tem hoje uma população de 49 mil habitantes, 32 mil eleitores em “grande maioria com Lobão Filho”.

Prefeito e vice de Arari são mantidos no cargo pela Justiça Eleitoral

Política
 

Djalma de Melo e José Francisco (Zeca de Américo), prefeito e vice, são mantidos no cargo

Djalma de Melo e José Francisco (Zeca de Américo), prefeito e vice, são mantidos no cargo

Djalma de Melo Machado e José Francisco Martins Pereira, eleitos prefeito e vice-prefeito de Arari em 2012, foram mantidos nos cargos pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão na tarde desta quinta-feira, 24 de julho, após julgamento do Recurso Eleitoral 239-18.

Por maioria, os membros decidiram anular a sentença proferida pelo juízo da 27ª zona eleitoral por motivo de cerceamento do direito de defesa de Machado e Pereira. Dessa forma, o processo é devolvido para a zona, onde deve ser produzida prova e prolatada nova sentença.

Prefeito e vice afirmavam que a decisão merecia ser reformada diante da ausência de consistência nos depoimentos que serviram de base para a cassação dos diplomas e aplicação de multa, por incorrerem em contradição e imprecisão quanto ao valor supostamente entregue à eleitora e quanto ao dia em que ocorrera o fato.

A outra parte alegava não restar dúvidas quanto a prática de captação ilícita de sufrágio praticada por ambos, inclusive de forma pessoal, confirmada por prova robusta, incontroversa e segura.

O voto vencedor foi apresentado pelo desembargador eleitoral Daniel Blume, que foi acompanhado por Maria José França, Alice de Sousa Rocha e Eduardo Moreira. Declarou-se impedido de votar o desembargador eleitoral José Eulálio Figueiredo de Almeida e vencidos Guerreiro Júnior (relator) e Clodomir Reis. Em parecer, o Ministério Público Eleitoral manifestou-se somente para minorar a multa aplicada pelo primeiro grau.

Sucessão estadual: as viradas de 1990, 2002, 2006 e agora em 2014

Política
 

A eleição à sucessão da governadora Roseana Sarney, agora em 2014, parece com os filmes que assistimos em 1990, o mesmo de 2002, seguido do replay de 2006.

Em 1990, quando ninguém mais discutia a vitória do então senador João Castelo, apoiado pelo furacão da época, Collor de Melo, foi preciso mexer as peças e tirar do páreo o deputado federal Sarney Filho.

Foi então que trocaram pelo nome do ainda desconhecido deputado federal Edison Lobão, mas com excelente atuação na Câmara Alta do país. Um palpite arriscado naquela altura do campeonato eleitoral.

Lobão chegou bem ao seu estilo humilde cativando as lideranças políticas e despertando no eleitor uma nova esperança, um novo jeito de fazer política e ganhando, sobretudo, a confiança dos incrédulos.

Do alto do sapato da arrogância, Castelo se descuidou e viu Lobão chegar ao segundo turno, mas com uma diferença favorável ao ex-governador de quase 200 mil votos. Favas contadas para a segunda etapa da eleição.

Abertas as urnas do segundo turno, Lobão entra vitorioso e Castelo sai derrotado. A arrogância, o ‘já ganhou’ antes do término da corrida eleitoral,  e, sobretudo, imaginar que o eleitor não tem opinião própria e, portanto, alvo fácil de ser iludido, acaba sempre em choro.

Já em 2002, a oposição cantava vitória antes do tempo. Zé Reinaldo era governador e entrou na disputa com míseros 4% contra a avalanche oposicionista de mais de 70%. Era início do fim do ciclo Sarney, pensavam os oposicionistas.

Quando as urnas se abriram Zé Reinaldo estava eleito no primeiro turno, contra o chorão Jackson Lago que assistia mais uma vez a derrota e não entendia o que havia acontecido de errado.

Começa a disputa pelo cargo de governador em 2006, com Roseana Sarney liderando a corrida surfando alto com 74% contra míseros 8% para Jackson Lago, então candidato do Palácio dos Leões. Sarney estava no Amapá lutando pela reeleição ao Senado Federal.

Os dias foram passando e o salto da humildade da candidata era do tamanho da torre Effeil, em Paris. Sarney, lá do Amapá, apontava os erros que ninguém prestava a devida atenção, notadamente a filha. Enquanto isso o Palácio dos Leões mostrava os dentes e tecia sem muito alarde os mistérios da fazenda.

Abriram-se as urnas e aquilo que era impresível logo no início virou realidade: segundo turno. Ainda assim, a diferença favorável à candidata de oposição, Roseana Sarney, exibia excesso de confiança na vitória. Soube, na época, que a filha já nem mais escutava o pai. E no segundo turno Jackson Lago e os Leões levaram a eleição.

Agora em 2014, o filme caminha para se repetir. O candidato da oposição, Flávio Dino, espalha nos quatro cantos do Maranhão que é o próximo governador. Surfa em pesquisas fabricadas e em outros levantamentos que retraram apenas um lado da realidade.

Dino é candidato há quatro anos. Luis Fernando entrou como a alternativa do grupo da governadora e um ano depois renunciou e teve lá suas razões. Perdemos aquele que seria o melhor para o Maranhão.

Entrou em cena um jovem empresário que nunca foi testado nas urnas, mas exerce com competência e substitui a altura o mandato do pai ministro de Minas e Energia, Edson Lobão.

Lobão Filho entrou na disputa com zero percentual e hoje, pelas pesquisas registradas no TRE jpa alcançou até 29%, mas em sondagens internas estaria bem melhor posicionado.

E com um detalhe que a oposição insiste em esconder: de todas as pesquisas menos de 40% do eleitorado já se manifestou claramente em quem votar. E onde estão os indecisos? Agaurdando novas definições e a convocação de seus líderes. É bem aí que o quadro começa a se alterar.

Ao contrário de 1990 e 2006, essa eleição  terá apenas um turno. E como a oposição não consegue se desgrudar dos velhos erros e deixar de lado a arrogância, o filho deve levar a eleição seguindo o exemplo da vitória do pai. O mesmo filme, mas com aprendizados diferentes.

Abertas a partir de hoje as inscrições para o concurso da Antaq com vagas para SL e salários de até R$ 11 mil

Brasil
 

Com o prazo para a publicação do edital se esgotando, a Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq) abriu concurso público. Segundo o documento, publicado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), são 143 vagas de nível médio e superior. As provas objetivas e discursivas estão marcadas para o dia 28 de setembro.

O certame contém duas vagas para São Luís, para os cargos de Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários e Técnico em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários. Cinco por cento das oportunidades é reservado a deficientes, e 20% a negros. Não haverá formação de cadastro reserva, segundo o edital que também foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (18).

Para nível superior podem concorrer ao cargo de analista administrativos formados em qualquer curso superior, ou em ciências contábeis e informática. O salário é de R$ 10.543,90. Para especialista em regulação de serviços de transportes aquaviários também é admitida inscrição de candidatos graduados em qualquer área, mas o salário é de R$ 11.403,90.

Confira o Edital completo.

Já para nível médio, tem o cargo de técnico administrativo (R$ 5.418,25) e técnico em regulação de serviços de transportes aquaviários (R$ 5.674,25).

Quem quiser concorrer poderá se inscrever entre os dias 25 de julho e 13 de agosto, pelo site da banca. As taxas vão de R$ 80 a R$ 120.

Além de Brasília, os exames serão aplicados em Belém/PA, Corumbá/MS, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Manaus/AM, Paranaguá/PR, Porto Alegre/RS, Porto Velho/RO, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, São Luís/MA, São Paulo/SP e Vitória/ES.

As provas objetivas serão compostas por 120 questões de certo e errado, que equivalem a 120 pontos, e deverão ser respondidas em quatro horas e meia, no período matutino para candidatos a cargos de nível superior, e vespertino para nível médio. Já os exames discursivos deverão ser feitos em 30 linhas, valendo 30 pontos para contagem final do certame. Nem todas as redações dos concorrentes serão corrigidas, apenas daqueles que conseguirem acertar determinada quantidade de questões objetivas (ver item 10.7.1 do edital). Lembrando que nas provas do Cespe/UnB uma respostas errada anula uma resposta certa.

Os candidatos a especialista ainda vão ser submetidos a avaliação de títulos. O concurso ainda contará com curso de formação, que será ministrado em Brasília, apenas para o cargo de especialista, com 160 horas presenciais.

Caravana de Lobão Filho chega ao Baixo Parnaíba

Política
 

O candidato ao governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), retomou nesta quarta-feira (24) sua incursão pelo interior do estado, por meio da caravana “Pra Frente, Maranhão”. A programação teve início na cidade de Água Doce do Maranhão, região do Baixo Parnaíba, com uma super carreata formada por centenas de carros e motos.

A concentração aconteceu na Avenida Nossa Senhora do Carmo, chamando a atenção de moradores que aguardavam pela passagem da comitiva. Animada, dona Maria de Jesus Diniz de 62 anos disse que vai trabalhar para eleger o seu candidato porque tem paixão e gratidão pelo grupo que construiu sua cidade. “Não admito ninguém falar mal do grupo do meu governador Lobão Filho, porque foram eles que fizeram o que minha cidade tem”, defendeu.

Em discurso de apoio, o prefeito de Água Doce, Rocha Filho (PV), destacou: “Para governar tem que ter coração e pensar nas pessoas e não apenas em si só. Não é possível que o comunista não entenda que, por menor que seja o município, precisa de um hospital para sua população”. A referência foi feita ao recém-inaugurado Hospital Municipal, cuja extinção foi anunciada, segundo Rocha Filho, pelo candidato do PCdoB em uma suposta vitória nas urnas

Com 20 leitos, o Hospital Municipal inaugurado há cerca de oito meses atende em média 70 pacientes por dia, graças ao aporte de recursos do governo estadual. “Temos um gasto mensal de cerca de 180 mil reais dos quais recebemos 100 mil do governo, recurso que tenho certeza que Lobão Filho manterá como governador do Maranhão”, afirmou o prefeito de Água Doce.

Lobão Filho confirmou a manutenção do hospital e anunciou mais obras. “Não só vou manter com recurso financeiro como vou trabalhar para construir novos hospitais que atendam baixa complexidade também”, garantiu.

Gastão Vieira

Na oportunidade, o deputado Gastão Vieira (PMDB), candidato ao Senado, elencou outros benefícios destinados por seu grupo ao município: “Temos recursos para o calçamento de 3km da sede, construção de postos de saúde, além da praça de eventos e quadra de esportes, benefícios requeridos pelo deputado federal Sarney Filho (PV) e liberado pelo Ministério do Turismo, onde atuei durante anos. Esses sim são exemplos de nossa administração”.

Gastão é responsável pela liberação de obras importantes para a cidade, motivo pelo qual foi lembrado com agradecimentos do prefeito Rocha Filho (PV). “Esse homem merece todo o nosso respeito. Quando muitos não acreditavam no potencial turístico da região, Gastão Vieira liberou recursos importantes para a construção de uma praça de eventos e quadra de esportes”, declarou.

Cinco vezes deputado federal, Gastão Vieira retribuiu dizendo que “não foge à luta” e que seus mandatos são para o benefício da população.

“Água Doce é uma cidade turística importante, mas possui potencial e atrativos que precisam ser estruturados”, avaliou o deputado. “Temos aqui exemplos muito concretos da mão trabalhadora do nosso grupo, recursos para o calçamento de 3km da sede, construção de postos de saúde além da praça de eventos e quadra de esportes, benefícios requeridos pelo deputado federal Sarney Filho (PV) e liberados pelo Ministério do Turismo, onde atuei durante anos. Esses sim são exemplos de nossa administração”, enumerou Gastão Vieira.

Contatos

E-mail: assessoriaavancada@live.com
Telefone: 98 3236-1351
Celular: 98 8722-6094
Publicidade

Arquivos

Posts ordenados por data de publicação.
Publicidade